Farofa com Ghee de Alho Negro |

Aprenda a preparar esta deliciosa farofa super fácil de preparar!

Com sugestão de uso da nossa Ghee de Alho Negro: uma farofinha simples, muito gostosa que sempre entra de acompanhamento em nossas refeições. Ela tem um mix de texturas e sabores!

Tentem fazer na casa de vocês, fica pronto rapidinho e a satisfação é garantida! Se quiser, também recomendamos adicionar bacon em cubinhos e Panko, fica maravilhoso!

Ingredientes

200g Farinha de mandioca

2 colheres de sopa de Ghee de Alho Negro

1 Cebola media

1/2 xícara de Castanha

1/2 xícara de Damasco

Cebolinha a gosto

Sal e Pimenta do Reino a gosto

Modo de preparo

Primeiro, corte a cebola, o damasco e a castanha em pequenos pedaços. Em seguida, aqueça uma panela e derreta a Ghee de Alho Negro e refolgue a cebola até ficar caramelizada. Depois acrescente as castanhas e os damascos e deixe fritar bem. Tempere com sal e pimenta do reino. Coloque a Farinha nessa mistura e fique mexendo até torrar um pouco. Coloque mais Ghee de Alho Negro a gosto e a cebolinha. Quando o cheiro subir está pronto! 🙂

Ghee

A manteiga Ghee (em hindi: घी, do sânscrito घृत, romaniz.: ghṛta, “polvilhado”) ou ghee (grafia inglesa) é um tipo de manteiga clarificada, muito usado na culinária indiana. É considerada uma gordura mais saudável do que a manteiga convencional, sendo atribuidos diversos benefícios para a saúde, entre eles:

  • equilibra a acidez gástrica;
  • distribui e conduz os nutrientes para todos os tecidos do organismo com maior eficácia;
  • estimula o metabolismo;
  • nutre camadas mais refinadas do sistema nervoso, melhorando a memória e a capacidade de aprendizado;
  • melhora a fertilidade;
  • alivia e fortalece o fígado e rins.

Alho Negro

O alho negro é o alho in natura que, após passar por um processo de fermentação e submetido a condições de temperatura contínua de 65°C a 80º C, com umidade controlada, ganha novas e surpreendentes características.

Muito consumido na Ásia pelos seus benefícios para saúde, é rico em antioxidantes, fortalece a imunidade, previne e ameniza os sintomas da diabetes, melhora a pressão alta, o colesterol, possui efeito neuroprotetor, hepatoprotetor e, estudos apontam, efeitos anticancerígenos.

No Ocidente, o alho negro ficou famoso quando o estrelado chef espanhol Ferran Adrià realizou uma viagem ao Japão em 2007 e voltou para o seu El Buli, com alguns bulbos. Há controvérsias se Adrià foi realmente o primeiro chef ocidental a utilizar o alho negro em suas criações, mas não restam dúvidas de que tenha ajudado a divulgar a iguaria. Rapidamente, outros grandes chefs na Europa e nos EUA descobriram o dinamismo do alho negro, transformando-o em uma estrela da alta gastronomia internacional.

Deixe uma resposta

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies
error: O conteúdo está protegido !!