Batata Chips Abençoada |

Batata Chips aqui em casa é coisa séria. Acho que nunca fiz tanto como durante esta pandemia. Toda semana tem de ter. Virou prato obrigatório quando um grupo de grandes amigos nos visitam, Carolina , Dora, Fabiane, Ju e Guego Favetti. Deles partiu a tal da Chips Abençoada. E é obrigatório em qualquer ocasião. A coisa tornou-se tão séria que se eu faço uma Feijoada, tem de ter Chips. Se for uma noite de sopas, a mesma coisa. Claro que para amigos tão especiais eu nunca nego.

Sempre me perguntam qual o segredo de minhas Chips. Sempre respondo que não tem segredo algum. Para desencargo de consciência, passarei aqui algumas coisinhas que eu faço quando as preparo.

  • A batata. Opto sempre pela Asterix, aquela rosada. É uma batata mis seca, perfeita para fritar. Aliás, eu a utilizo em quase todas as minhas preparações com batatas.
  • O corte. Eu utilizo as batatas com casca. Depois de bem lavadas, não dispenso o uso de um mandolim, para mim um dos melhores investimentos que você pode fazer em sua cozinha. Para as Chips, uso um de madeira, com ajuste da espessura do corte. Este meu tem mais de 15 anos e nunca me deixou na mão. Lógico que procuro cortá-las o mais fino possível, quase transparentes.
  • A lavagem. Depois que corto todas as batatas, lavo-as bem e várias vezes, até que a água saia transparente e as fatias de batata livres de quase todo o amido.
  • O descanso. Depois de cortadas e lavadas, deixo-as cobertas com água e coloco na geladeira por um mínimo de 2 horas, muitas vezes de um dia para o outro. Este procedimento bem simples dará bem mais crocância.
  • A fritura. Uso óleo vegetal, normalmente de girassol, em uma boa quantidade. Não deixo esquentar demais. Coloco as rodelas de batata e presto atenção nas borbulhas. Quando não houver mais nenhuma, retiro com uma escumadeira e deixo secando em papel toalha. Chips devem ser douradas, nunca escuras. Caso passem do ponto o sabor será amargo.

Estes são os “segredos” das minhas Chips Abençoadas. Depois de todas prontas, é colocar um pouco de sal e deixar seus amigos se deliciarem. Lembre-se que você deve fazer Chips para muita gente, mesmo que seus amigos não sejam muitos. De minha parte, estou contando os dias para preparar um balde de Chips para meus amigos. Abençoados são eles por deixarem minha vida tão mais alegre.

Este post é dedicado a Carolina Figueiredo, Dora Urban, Fabiane Cassou, Ju Salloum e Guego Favetti. Meus queridos amigos e fregueses das Chips Abençoadas. A propósito, o termo Abençoada surgiu depois que a Dora fez uma oração em louvor as Chips.

Você assinou nossa lista com sucesso!

Deixe uma resposta

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies
error: O conteúdo está protegido !!