Entre Telas e Taças

A história por trás de filmes e dos vinhos The Cellar Collection, da Concha Y Toro, tem sinergias e semelhanças curiosas que valem ser conferidas.

Bebidas são coadjuvantes certeiros em cenas variadas na telinha. Vinhos então, ocupam, na maioria das vezes, o protagonismo e dão origem a roteiros famosos em torno do líquido de Baco. Estando ou não no roteiro, a história de alguns vinhos tem sempre alguma sintonia com os temas de filmes e refletem seu caráter e mensagem. Os vinhos Cellar Collection, por exemplo – uma seleção de rótulos dos melhores terroirs do Novo Mundo, do grupo Concha Y Toro – harmonizam com filmes e séries que trazem em suas temáticas características expressadas em cada cepa.

  1. Amelia (Pinot Noir & Chardonnay)

Os rótulos Amélia são conceituados como vinhos que vão além de seus limites e superam as expectativas. Representam, portanto, mulheres icônicas que se destacam, nos mais diversos cenários, e contribuem para fortalecer a luta feminista, ainda em construção, mas que já possui uma notável trajetória percorrida. A seguir, confira dicas de filmes e séries que harmonizam muito bem com a história desse vinho:

Filmes: O Fabuloso destino de Amélie Poulain (2001), Frida (2002), As Sufragistas (2015), Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento (2000).

Séries: O Gambito da Rainha (2020), The Marvelous Mrs. Maisel (2017) e Nada Ortodoxa (2020).

  1. Carmin de Peumo (Carménère)

Um rótulo que chamou atenção pela sua alta premiação logo em seu lançamento, em 2006. Pode ser considerado, portanto, um vinho prodígio. Carmin de Peumo também traz a expressão máxima do terroir de Peumo, que se traduz na cor, nos aromas e sabores. Aqui, as sugestões ficam por conta de narrativas que nos remetem a histórias de personagens prodígios nas mais diferentes áreas atuantes:

Filmes: Gênio Indomável (1997) e O Som do Coração (2007).

Séries: The Good Doctor (2017), O Gambito da Rainha (2020) e Young Sheldon (2017).

  1. Gravas (Cabernet Sauvignon 2017 – Sauvignon Blanc 2019 – Syrah 2018)

O rótulo Gravas homenageia a Cordilheira dos Andes e os cascalhos escondidos, provenientes de solos deslocados, moldados e submetidos à erosão, ano após ano, na milenar bacia do Maipo. Aqui trazemos sugestões de filmes com essa temática voltada para o cultivo e também uma dica onde o cenário é a exuberante Cordilheira dos Andes.

Filmes: Kiss the Ground (2020), A Cordilheira dos Sonhos (2019).

  1. Terrunuyo

Encontrado em quatros diferentes cepas: Malbec (2016), Sauvignon Blanc (2020), Cabernet Sauvignon (2017) e Carmenère (2018), esse vinho se destaca pela forma artesanal como é produzido e também por toda a atenção aos detalhes, desde o vinhedo até todo o processo de vinificação. A dica por aqui fica por conta do primeiro longa-metragem desenvolvido 100% com pinturas feitas à mão, portanto um trabalho onde a característica artesanal é forte, o filme “Com amor, Van Gogh”, de 2017. Há também o filme Chocolate (2000) em que traz a história de uma mulher numa cidade rural na França onde abre uma loja de chocolate com produção própria e encanta os moradores locais. Trama Fantasma (2018) tem como protagonista um exigente alfaiate de alta costura, o que nos remete também ao processo artesanal de produção, aqui na área da moda.

Sobre The Cellar Collection

A Concha y Toro, em sua busca constante por inovar e levar qualidade a um novo patamar lançou The Cellar Collection, uma exclusiva seleção de vinhos finos e raros originados dos mais prestigiados terroirs do Novo Mundo. Chile, Argentina e Estados Unidos são as tres origens que dão vida às marcas que compõem este portfolio, no qual se incluem vinhos atraentes,  de antigas  e atuais safras, e que são altamente reconhecidos pela mídia especializada.

O post Entre Telas e Taças apareceu primeiro em .

Deixe uma resposta

error: O conteúdo está protegido !!